“E se aquelas histórias virassem livro?” Essa provocação, feita pela filha da autora, foi a semente da publicação deste livro. Nas quatro histórias, que ela ouvia quando criança, os curumins com quem tanto se identificava pensam e tentam resolver suas dúvidas e problemas com imaginação e criatividade. Numa realidade repleta de desafios impostos pela natureza ou pela convivência na aldeia, as crianças se unem e, com a ajuda de Paio, o papagaio, exercem a liberdade de descobrir o mundo.
Nas histórias que Lilian Abreu Sodré e seu marido, Gilberto, contavam aos filhos pequenos, a infância é tratada como uma etapa da vida em que as possibilidades são  inúmeras, em que a criança, apesar de ter forte ligação com o mundo adulto, tem independência para construir ideias e conhecimento. A criança é precursora do novo, mesmo que os adultos não percebam ou não se mostrem interessados por seus ensaios ou experimentos. Nessas histórias a criança é mostrada como capaz de refletir e supor caminhos e soluções, em direção ao crescimento e ao aprendizado pessoal e intelectual. As narrativas são permeadas e enriquecidas pela cultura indígena, com seus costumes e tradições

 

Temas: natureza ,amizade, solução de conflitos, união, cooperação

Temas transversais: Pluraridade cultural, Meio ambiente, Ética

Interdisciplinaridade: Língua Portuguesa, História

Lua de Prata, Sol Nascente e Paio, o papagaio –Gente pequena curiosa s

R$43,00 Preço normal
R$35,69Preço promocional
  • Autora: Lilian Abreu Sodré

    Editora Duna Dueto

    Ano: 2018
    Número de páginas: 32
    Formato: 21 x 28 cm